Livro de 2º Reis 11,1-4.9-18.20.

Naqueles dias, Atalia, mãe do rei Ocozias, ao saber que o filho morrera, mandou matar todos os descendentes do rei. Mas Josebá, filha do rei Jorão e irmã de Ocozias, tomou Joás, filho de Ocozias, e tirou-o secretamente do meio dos filhos do rei, que estavam a ser executados, para o esconder com a ama no dormitório do templo. Assim o furtaram aos olhos de Atalia e ele escapou à morte. Ficou no templo do Senhor, com Josebá, escondido pelo espaço de seis anos, enquanto Atalia reinava no país. No sétimo ano, o sacerdote Joiadá convocou os oficiais dos mercenários e dos guardas e mandou-os vir à sua presença no templo do Senhor. Estabeleceu um acordo com eles, fê-los prestar juramento e mostrou-lhes o filho do rei. Os oficiais fizeram tudo o que lhes ordenara o sacerdote Joiadá. Cada um tomou consigo os seus homens, tanto os que entravam em serviço no sábado, como aqueles que o terminavam nesse dia; e vieram ter com o sacerdote Joiadá. O sacerdote entregou-lhes as lanças e os escudos do rei David, que estavam no templo do Senhor. Os guardas postaram-se, com as armas na mão, desde o lado sul até ao lado norte do templo, rodeando o altar e o templo, para protegerem o rei. Então Joiadá mandou que trouxessem o filho do rei e impôs-lhe o diadema e as insígnias reais. Proclamaram-no rei e deram-lhe a unção; depois bateram palmas e aclamaram: «Viva o rei!». Ao ouvir os clamores populares, Atalia dirigiu-se ao encontro do povo no templo do Senhor. Quando viu o rei de pé sobre o estrado, segundo o costume, os chefes e os tocadores de trombeta junto do rei e todo o povo exultando de alegria, ao som das trombetas, Atalia rasgou as vestes e gritou: «Traição! Traição!». O sacerdote Joiadá ordenou então aos oficiais das tropas: «Levai-a para fora por entre as fileiras e, se alguém tentar segui-la, matai-o à espada». O sacerdote, de facto, já tinha dito: «Não deve ser morta no templo do Senhor». Lançaram as mãos sobre ela, levaram-na para o palácio real, pela porta dos cavalos, e ali a mataram. Joiadá concluiu uma aliança entre o Senhor, o rei e o povo, pela qual este se comprometia a ser o povo do Senhor. Concluiu também uma aliança entre o rei e o povo. Então toda a gente do país foi ao templo de Baal e demoliu-o: quebraram completamente os altares e as imagens e mataram, diante dos altares, Matã, sacerdote de Baal. Em seguida, Joiadá colocou sentinelas no templo do Senhor. Todo o povo exultava de alegria e a cidade ficou em paz. Entretanto, Atalia tinha sido morta à espada no palácio real.

Livro de Salmos 132(131),11.12.13-14.17-18.

O Senhor fez um juramento a David e não voltará atrás: «Colocarei no teu trono um descendente da tua família». «Se os teus filhos guardarem a minha aliança e forem fiéis às ordens que lhes dei, também os seus filhos se sentarão para sempre no teu trono». O Senhor escolheu Sião, preferiu-a para sua morada: «É este para sempre o lugar do meu repouso, aqui habitarei, porque o escolhi». «Darei a David um poderoso descendente e farei brilhar uma luz para o meu Ungido. Cobrirei de confusão os seus inimigos, mas sobre ele farei resplandecer o diadema».

Evangelho segundo S. Mateus 6,19-23.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não acumuleis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem os destroem e os ladrões os assaltam e roubam. Acumulai tesouros no Céu, onde a traça e a ferrugem não os destroem e os ladrões não os assaltam nem roubam. Porque onde estiver o teu tesouro, aí estará o teu coração. A lâmpada do teu corpo são os olhos. Se o teu olhar for límpido, todo o teu corpo ficará iluminado. Mas se o teu olhar for mau, todo o teu corpo andará nas trevas. E se a luz que há em ti são trevas, como serão grandes essas trevas!».

Commentary São Luis-Maria Grignion de Monfort

Alma, imagem viva de Deus, resgatada com o precioso sangue de Jesus Cristo, a vontade de Deus a teu respeito é que sejas santa como Ele nesta vida, e gloriosa como Ele na outra. A aquisição da santidade de Deus é a tua vocação segura; é para aí que todos os teus pensamentos, palavras e atos, os teus sofrimentos e todos os movimentos da tua vida devem tender; ou então, resistes a Deus, não fazendo aquilo para o qual te criou e te conserva. Oh!, que obra admirável! A poeira transformada em luz, o lixo em pureza, o pecado em santidade, a criatura no Criador, o homem em Deus! Oh, obra admirável, repito, mas obra difícil em si mesma e impossível à simples natureza; só Deus pode realizá-la por meio da graça, e uma graça abundante e extraordinária; e a criação de todo o universo não é obra tão perfeita como esta. [...] Alma, como farás? Que meios escolherás para ascender aonde Deus te chama? Os meios da salvação e da santidade são conhecidos por todos, estão assinalados no evangelho, são explicados pelos mestres de vida espiritual, são praticados pelos santos e são necessários a quantos pretendem salvar-se e alcançar a perfeição: a humildade do coração, a oração contínua, a mortificação universal, o abandono na Providência, a conformidade com a vontade de Deus.


voltar

 

Buscar  
Em    
 
 
 
 
 
 
Digite seu e-mail abaixo para receber nossas atualizações.
 
 
Eventos no Brasil
Eventos em Portugal
  Siga-nos Facebook Facebook  
 
© 2018 medjugorje.org.br | medjugorje.org.pt - Site melhor visualizado em Internet Explorer 8 - 1024x768 px ou superior.
Astec Web - Criação de Sites e Lojas Virtuais